Greve de servidores do Judiciário termina depois de 52 dias no RS
15/11/2019 12:09 em Novidades

A Presidência do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul recebeu, na tarde desta quinta-feira, um ofício do Sindicato dos Servidores da Justiça (Sindjus-RS) informando que a categoria decidiu, em Assembleia Geral, encerrar a greve deflagrada em 24 de setembro.

O documento, dirigido ao presidente do TJ, desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, comunica que os grevistas retornarão ao trabalho, normalmente, na segunda-feira, 18 de novembro.

Depois de 52 dias, o Sindjus considerou o movimento vitorioso e ressaltou que essa se tornou a maior greve da história da categoria. Em nota, a entidade salienta que a oficialização, pelo TJ, de que vai atender a pauta de reivindicações da categoria levou quase todos os participantes da assembleia a definir pelo fim do movimento.

Entre as propostas aceitas, a criação de um grupo de trabalho para debater a valorização das carreiras, a celeridade na tramitação do pedido de reajuste do auxílio-condução, para oficiais de justiça, e a votação, ainda em 2019, pelo Órgão Especial, do pedido de equiparação do auxílio-refeição pago aos servidores do Tribunal.

Os dias parados devem, agora, ser compensados a critérios da direção de cada comarca, sem um prazo específico. Já os salários que foram descontados durante a greve serão devolvidos em folha suplementar, em 10 de dezembro, aos trabalhadores que aceitarem fazer a compensação.

 

 

Fonte: Rádio Guaíba

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!